Inscreva-se

Home Pesquisa O CBD Pode Ajudar a Parar de Fumar?
nov 13, 2019 Atualizado em 4 min de leitura

O CBD Pode Ajudar a Parar de Fumar?

author
por Philip Ghezelbash

Nos últimos anos, o CBD ficou conhecido por seus efeitos terapêuticos. Agora, os pesquisadores estão analisando se ele pode ajudar no controle do tabagismo.

Usar um produto de cannabis para parar de fumar não é muito comum, sobretudo porque muita gente fuma maconha e tabaco juntos.

Embora não haja provas concretas nesse sentido, pesquisas recentes indicam que os benefícios terapêuticos do consumo de CBD poderiam ajudar os fumantes a largar o cigarro com mais facilidade.

O CBD, ou canabidiol, é um dos dois principais canabinoides ativos encontrados na cannabis. Ao contrário do tetra-hidrocanabinol (THC), o outro canabinoide encontrado na cannabis, o CBD não produz efeitos psicotrópicos. Daí sua popularidade no tratamento de problemas de saúde.

Os resultados preliminares de um estudo de 2013 revelaram uma correlação significativa entre o tratamento com CBD e a interrupção do tabagismo.

Os pesquisadores examinaram 24 participantes, todos fumantes regulares motivados a parar de fumar. Alguns participantes foram tratados com CBD, enquanto outros receberam placebo via inalador durante o período de uma semana, podendo usar o inalador sempre que sentissem vontade de fumar.

De acordo com os resultados do estudo, após uma semana, o grupo tratado com CBD teve uma redução de 40% no total de cigarros fumados, enquanto os participantes que receberam o tratamento com placebo não fumaram menos cigarros. O mais impressionante é que essa redução continuou por um bom tempo, conforme verificado pelos pesquisadores que acompanharam os participantes depois do estudo.

Apesar da pequena amostra, os resultados são promissores em relação ao possível uso do CBD como apoio ao tratamento do tabagismo. Ainda assim, para confirmar a validade desses resultados, será necessário realizar estudos por um período mais longo e com amostras maiores.

CBD Reduz o Prazer do Cigarro

Outro estudo, realizado em 2018 com 30 fumantes viciados em cigarro que não estavam tentando parar de fumar, também analisou o potencial do CBD como ajuda no controle do tabagismo. O estudo duplo-cego cruzado consistiu em administrar 800 mg de CBD ou placebo aos participantes e, em seguida, medir seus sintomas de abstinência após 12 horas sem cigarro. Além disso, os pesquisadores exibiram aos participantes imagens de tabaco, com o objetivo de aumentar seu desejo.

Os resultados do estudo mostraram que o grupo tratado com CBD teve uma redução na pressão sanguínea, além de um menor nível de prazer ao visualizar as imagens do tabaco, que são um conhecido gatilho para começar a fumar.

Embora os pesquisadores tenham concluído que o desejo por tabaco não é afetado pelo CBD, o tratamento parece reduzir a alusão prazerosa ao cigarro, o que poderia ajudar os fumantes a diminuir a quantidade que eles fumam.

Como o CBD Diminui o Desejo por Tabaco?

Uma possível razão pela qual o CBD diminui a alusão prazerosa ao cigarro é que ele atua nos receptores de serotonina.

O CBD é capaz de aumentar os níveis de serotonina, um neuro-hormônio intimamente ligado às vias de humor e recompensa. Verificou-se que a administração de CBD aumenta imediatamente os níveis de serotonina e de outros neurotransmissores. Esse aumento de serotonina provavelmente ocorre através da ativação do receptor de serotonina “5-HT1A” pelo CBD. Outra pesquisa mostrou que os antidepressivos, que aumentam a serotonina, também estão ligados ao controle do tabagismo.

A suprarregulação dos receptores AMPA GluA1 na área do cérebro conhecida como núcleo acumbente também pode contribuir para o poder antitabagista do CBD. O núcleo acumbente está ligado a dependência, e, em tese, o CBD pode aumentar a atividade dos receptores AMPA GluA1, envolvidos na plasticidade sináptica. Plasticidade sináptica é a capacidade do cérebro de mudar suas redes neurais e lidar com situações de estresse. Portanto, aumentando a plasticidade sináptica em uma área do cérebro ligada à dependência, o CBD poderia amenizar seus sintomas.

Imagem da transmissão sináptica no sistema nervoso humano.

O potencial do CBD para reduzir o estresse e a ansiedade também pode desempenhar um papel fundamental na redução de alguns efeitos psicológicos negativos da abstinência do tabaco, incluindo estresse e ansiedade. Um estudo revelou que o tratamento com CBD produz efeitos antidepressivos comparáveis ​​aos efeitos de alguns medicamentos com esta finalidade. Outra pesquisa confirmou a eficácia do CBD na redução da ansiedade e melhora do humor.

CBD e Dependência de Drogas

O potencial do CBD para tratar dependências não se limita ao tabaco. Segundo as pesquisas, o consumo de CBD pode ajudar a combater, inclusive, a dependência da heroína.

Em um estudo de 2009, investigaram-se os efeitos do CBD no consumo de heroína e no comportamento toxicodependente de ratos. Embora não tenha sido constatado que o CBD reduz os níveis de consumo de heroína, o estudo demonstrou que o CBD é capaz de reduzir o comportamento toxicodependente em relação à heroína quando este é induzido nos animais por meio de um estímulo condicionado. A redução proporcionada pelo CBD, nesse caso, alcançou níveis significativos até 2 semanas após o tratamento.

Embora o mesmo não tenha acontecido no caso de ratos que já usavam heroína, a redução do comportamento toxicodependente ocorre paralelamente a alterações neurobiológicas, incluindo alterações no receptor canabinoide tipo-1 e no receptor glutamatérgico AMPA GLUR1. Essas mudanças indicam que o CBD pode desempenhar um importante papel na redução do comportamento toxicodependente devido à sua capacidade de alterar os receptores no cérebro.

As pesquisas sobre os efeitos do CBD na dependência do tabaco são promissoras, mas os resultados ainda não são conclusivos. Estudos atuais indicam que o CBD pode ter efeitos positivos em alguns aspectos da dependência do tabaco, mas, infelizmente, não há evidências científicas de que o CBD “cure” o vício de fumar. O controle do tabagismo, evidentemente, é um objetivo que interessa tanto ao indivíduo quanto à sociedade. Assim, é premente a necessidade de mais pesquisas nessa área.

Deixe um comentário