Home Planta O que é o THCV?

Inscreva-se

Advertisement

Home / Planta / O que é o THCV?

O que é o THCV?

thcv

O THCV é mais um dos cerca de 500 compostos químicos encontrados na cannabis. Mas seus efeitos únicos, e seu importante potencial medicinal, fazem dele um dos canabinoides mais intrigantes da planta.

Com potencial para ajudar em condições médicas graves, como diabetes, Parkinson e epilepsia, e uma sensação de high que alivia a ansiedade e inibe o apetite, não é de se admirar que muitos usuários da cannabis estejam em busca de produtos ricos em THCV. 

Advertisement

Por Que Tem se Falado Tanto do THCV?

Cientistas pesquisam o THCV, um dos compostos da cannabis, trata de doenças graves e inibe o apetite
Descoberto em 1971, o THCV se tornou mais popular ao longo dos anos, mas também é relativamente raro. (Shutterstock)

O THCV é um canabinoide encontrado em algumas plantas de cannabis. Geralmente relatado como tendo ação relaxante, eufórica e energizante, o composto único produz uma sensação de high lúcida que muitos preferem à experiência mais confusa do THC. Descoberto em 1971, esse composto se tornou popular ao longo dos anos, muito embora seja relativamente raro. Essa combinação fez com que fosse apelidada de “O Carro Esportivo da Cannabis“. Ou seja, apresenta alto desempenho, mas caro e mais difícil de encontrar.

Em muitos aspectos, o THCV é semelhante ao THC, o canabinoide famoso pela intensa sensação de high da cannabis. Ambos são psicoativos, provocam uma sensação de high relaxante e eufórica e oferecem uma ampla variedade de potenciais usos clínicos. Mas esses dois compostos têm estruturas químicas ligeiramente distintas e seus efeitos também diferem em aspectos importantes.

Por um lado, a sensação de high associada ao THCV é frequentemente descrita como menos desorientadora que a do THC e com menor probabilidade de provocar ansiedade ou a famosa larica. Ele também tende a ser energético, ao invés de sedativo, enquanto que  o THC pode ocasionar ambos os resultados, dependendo dos canabinoides e terpenos com que for misturado.

Além disso, o THCV e o THC se originam na forma ácida, que precisa ser descarboxilada para que se tire proveito de todos os seus benefícios. Assim como o THC vem do THCA, o THCV se origina do THCVA. A flor da cannabis identificada com alta quantidade de THCV precisa ser aquecida para que o THCVA se transforme em THCV. Isso acontece naturalmente quando você fuma ou vaporiza a cannabis, mas se requer um tratamento diferente quando utilizados métodos de solução oral. Felizmente, produtos comestíveis que contêm THCV estão começando a chegar ao mercado, e podem ser uma opção conveniente para quem quer experimentar esse canabinoide raro.

Quais Condições Médicas se Beneficiam do THCV?

A pesquisa sobre os benefícios medicinais do THCV é muito limitada. Ainda assim, a já realizada sugere que o THCV pode ser um medicamento poderoso com uma variedade de usos medicinais. De diabetes e obesidade à ansiedade e neuroproteção, pesquisas preliminares estão trazendo resultados promissores.

Obesidade

Uma razão pela qual as pessoas usam THCV é por sua capacidade de inibir o apetite. Enquanto a cannabis rica em THC tende a provocar fome, o THCV faz o oposto, tornando-o uma opção potencial para quem quer perder peso. Estudos em animais mostram que o tratamento com THCV pode levar à redução do peso corporal. Para aqueles que evitam o consumo de cannabis por causa da larica, o THCV pode ser uma excelente solução.

Diabetes 

A eficácia do THCV não pára por aí. Estudos também mostram que o THCV pode ajudar pessoas com diabetes tipo 2 a regular melhor o controle do açúcar no sangue e a produção de insulina. Um estudo descobriu que o THCV foi capaz de melhorar significativamente o controle glicêmico. A GW Pharmaceuticals, fabricante do primeiro produto à base de cannabis da FDA — o Epidiolex, para tipos raros de epilepsia — está, inclusive, trabalhando em um medicamento à base de THCV para diabéticos tipo 2. De acordo com os resultados dos testes, o THCV foi capaz de melhorar a produção de insulina e diminuir os níveis de açúcar no sangue entre as refeições.

Epilepsia

Há um pequeno conjunto de dados sugerindo que o THCV pode ter efeitos anticonvulsivos. Em estudos, camundongos tratados com THCV demonstraram atividade convulsiva reduzida. Isso sugere que o THCV pode ser útil para epilepsia. Ainda assim, estamos nos estágios iniciais desta pesquisa e estudos em humanos precisam ser realizados para a validação dos benefícios potenciais.

Advertisement

Mal de Parkinson

O THCV também pode ajudar pessoas com doenças neurodegenerativas como o mal de Parkinson. Um estudo em animais apontou que ele possui propriedades antioxidantes e neuroprotetoras que podem aliviar os sintomas de Parkinson e retardar a evolução da doença. Ainda assim, como na epilepsia, mais pesquisas sobre o THCV para o mal de Parkinson precisam ser realizadas para que seus benefícios sejam confirmados.

Ansiedade

A sensação de high relaxante do composto também foi relatada como eficiente para auxiliar aqueles que sofrem de ansiedade, podendo também ajudar a reverter aquela induzida pelo THC. Um estudo apontou que, quando o THC e o THCV são combinados (como é o caso na maioria das cepas de cannabis com alto teor de THCV), os pacientes sofrem menos efeitos colaterais negativos, como batimento cardíaco acelerado e paranoia, do que quando fazem uso apenas do THC. Portanto, aqueles que recorrem à cannabis para combater a ansiedade podem conseguir melhores resultados usando opções que também contenham este composto.

Osteoporose

O THCV também pode ajudar a fortalecer aqueles com ossos enfraquecidos. Um estudo mostrou que o THCV pode realmente ajudar a estimular o crescimento de novas células ósseas, fortalecendo os ossos. Isso pode torná-lo um suplemento útil para a saúde óssea e tratamento potencial para a osteoporose e outras condições médicas relacionadas à ossatura.

Se você acha que o THCV pode ser útil para você, comece consultando um médico especializado em canabinoides. A cannabis é extremamente segura, mas sabe-se que pode provocar efeitos colaterais e interações medicamentosas.

Encontrando o THCV

Em alguns lugares onde a cannabis é legalizada, existem produtos comestíveis, sublinguais ou vaporizáveis ​​projetados para conter níveis mais altos de THCV. Se eles não estiverem disponíveis na sua região, você poderá procurar por cepas de cannabis cruas com conncetração naturalmente alta de THCV.

Em geral, o THCV é mais comum em cepas sativa originárias da África, como a Durban Poison. Novas cepas também foram criadas para maximizar o THCV, como o Doug’s Varin e o Pineapple Purps. 

Não tem certeza se uma cepa contém THCV? Verificar os resultados dos testes de laboratório de produtos é uma boa forma de verificar a presença do THCV.

Leave a comment

Você Há de Gostar

Controle da umidade e a rega no cultivo ...
Controle da umidade e a rega no cultivo da cannabis
Dicas de temperatura e irrigação para ...
Dicas de temperatura e irrigação para fazer sua cannabis feliz
O bê-a-bá do solo para o cultivo de ca...
O bê-a-bá do solo para o cultivo de cannabis
A anatomia e a botânica da cannabis
A anatomia e a botânica da cannabis

Mais Artigos

Controle da umidade e a rega no cultivo ...
Controle da umidade e a rega no cultivo da cannabis
Dicas de temperatura e irrigação para ...
Dicas de temperatura e irrigação para fazer sua cannabis feliz