Inscreva-se

Home Fisiologia Por que a cannabis causa larica
dez 23, 2019 3 min de leitura

Por que a cannabis causa larica

author
por Emily Earlenbaugh, PhD.
Cannabis can enhance our perception of food and thus increase cravings

Se você já experimentou maconha, principalmente uma cepa com alto teor de THC, provavelmente já teve um de seus efeitos colaterais mais comuns: a “larica”.

Você pode sentir um desejo irresistível de comer alguma coisa gostosa, abrir um saco de batata frita e, como o gosto parece muito melhor do que normalmente, acabar comendo mais do que pretendia.

Hormônios da Fome e Olfato Aprimorado

A larica pode ser explicada observando como a maconha ativa nosso sistema endocanabinoide, um sistema interno do corpo que ajuda a regular muitas funções básicas, como sono, humor, memória, resposta imune e, isso mesmo, fome.

A cannabis, e o THC em particular, é capaz de estimular nosso apetite principalmente pela ativação de um dos dois principais receptores endocanabinoides, CB1, provocando uma reação em cadeia de efeitos no cérebro que podem levar à sensação de fome e estimular o aumento da ingestão de alimentos.

Um desses efeitos é a liberação de grelina, um hormônio que geralmente é secretado quando o estômago está vazio. Isso desencadeia a sensação de fome e faz com que o cérebro entenda que é hora de encontrar mais comida. Em experimentos com ratos, o uso de cannabis com alto teor de THC levou à liberação de grelina, mesmo quando o estômago já estava cheio, aumentando a ingestão de alimentos.

O efeito da larica também pode ser provocado pelo aprimoramento do nosso olfato e paladar. Os pesquisadores observaram em estudos com ratos que, quando o CB1 era estimulado, a sensibilidade olfativa aumentava. Os ratos tratados com cannabis tiveram um aprimoramento temporário no olfato, aumentando a ingestão de comida.

No caso dos humanos, a maconha talvez melhore nossos sentidos em relação à comida, aumentando, portanto, nosso apetite. Outros estudos indicam também que estimular o CB1 pode melhorar o sabor dos alimentos, tornando a alimentação mais agradável e a comida mais gostosa.

A Larica como Remédio

Para alguns pacientes, como aqueles com HIV, câncer ou anorexia, o aumento do apetite pode ser uma grande ajuda no processo de cura. Essas doenças, ou seus tratamentos, podem causar inapetência (falta de apetite) e outras alterações, dificultando a manutenção de um peso saudável ou a absorção de importantes nutrientes e vitaminas. A marijuana pode ajudar induzindo a fome.

Por exemplo, estudos em pacientes com HIV revelaram que o uso de maconha pode ajudar a aumentar a ingestão de alimentos e a ganhar peso. Mas isso ocorre apenas em curto prazo, já que outros estudos revelaram que doses repetidas podem resultar em tolerância a esses efeitos.

Estudos em humanos e ratos mostraram bons resultados em termos de aumento de apetite e ganho de peso na anorexia, ajudando na recuperação. Pacientes com câncer também se beneficiaram da larica para ganhar ou manter um peso saudável. Portanto, a larica não é apenas uma vantagem adicional que faz com que a comida tenha um ótimo sabor. Na verdade, ela pode ser uma ferramenta medicinal de cura muito poderosa quando os pacientes têm dificuldade de se alimentar e de ganhar peso.

Cannabis para Perda de Peso?

Você pode pensar que a pesquisa acima significa que o uso de maconha ajuda só a ganhar peso. Mas, curiosamente, os cientistas observaram um resultado paradoxal: Embora o uso de maconha tenda a aumentar a ingestão de calorias, os usuários de cannabis têm menor peso e menos obesidade do que a população em geral. Isso levou alguns pesquisadores a sugerir até que a cannabis ser usada como tratamento da obesidade. (Acredita-se que o CBD tenha características inibidoras de apetite, e os pesquisadores o consideram uma possível ferramenta para tratar a obesidade e o diabetes.)

O resultado paradoxal pode ter algo a ver com a maneira como o THC afeta nosso intestino. Um estudo em ratos obesos com uma dieta rica em gordura revelou que os animais tratados com THC não ganharam peso, enquanto aqueles que não usavam THC engordaram. Curiosamente, os ratos tratados com THC tiveram uma mudança na microbiota intestinal. Em vez de continuar com a microbiota intestinal como a dos ratos obesos, o intestino dos ratos obesos tratados com THC mudou, ficando parecido com o de ratos saudáveis.

Portanto, não há necessidade de se preocupar com o ganho de peso causado pela larica em longo prazo. A cannabis pode levar a mudanças saudáveis ​​de peso nos dois sentidos: ajudando a recuperar um peso saudável para pessoas com pouco apetite e ajudando a regular o peso para outras.

Deixe um comentário