Home Tratamentos
Overdose de Cannabis É Possível?

Overdose de Cannabis É Possível?

Legalizada para uso recreativo, medicinal ou ambos em dezenas de países no mundo, incluindo no Brasil, não é por menos que “overdose” tornou-se uma pergunta recorrente. Aliás, se você está lendo este texto, provavelmente está se perguntando sobre esse exato assunto: é possível ter uma overdose de cannabis? A resposta curta é “não”, mas é importante você entender por quê.

O fato é que a marijuana é uma das substâncias mais seguras que existem. Isso é, por si só, uma das principais razões pelas quais ela é tão atraente como substância terapêutica, diferentes de outros medicamentos que provocam efeitos colaterais prejudiciais e podem levar a uma overdose quando altas quantidades são administradas de uma só vez.

Alguém já Morreu de Overdose de Cannabis?

Não há provas científicas de que alguém já tenha morrido de overdose de cannabis. No entanto, existem muitos artigos discutindo o tema e as medidas a serem tomadas para evitá-la. Vários meios de comunicação também foram rápidos em relatar suspeitas de overdoses de THC, o elemento psicoativo da cannabis – mas suas histórias são verdadeiras? Os especialistas afirmam que não.

Keith Humphreys, ex-consultor sênior de política do Escritório Nacional de Política de Controle de Drogas da Casa Branca, ponderou: “Sabemos, por meio de bons dados de pesquisa, que os americanos usam produtos de marijuana bilhões de vezes por ano, coletivamente. Não milhões de vezes, mas bilhões, por ano. Então, isso significa que, se o risco de morte fosse um em um milhão, teríamos alguns milhares de mortes por overdose de cannabis por ano.”

A maioria dos profissionais atribui à insuficiência respiratória e à presença de outros medicamentos os poucos casos relatados em que o THC foi citado como elemento relacionado à morte do usuário.

Existe uma Dose Letal de Cannabis?

Os céticos gostar de apontar que o fato de não haver mortes comprovada por overdose de cannabis não significa que isso não seja possível. Mas pense melhor antes de acreditar nisso. Segundo o Instituto Nacional do Câncer dos EUA, os receptores canabinoides são muito diferentes dos receptores de opioides, por exemplo. Ao contrário dos receptores opioides, não existem receptores canabinoides localizados nas partes do cérebro que regulam a respiração. Uma vez que a cannabis não provoca redução do nível respiratório, então não deve haver motivo de preocupação.

Uma pessoa teria que consumir cerca de 680 quilos de cannabis dentro de um período de 15 minutos para que a droga tivesse consequências fatais, escreveu um juiz dos Estados Unidos em uma decisão sobre o assunto. Isso é 20.000 a 40.000 vezes a quantidade que a maioria das pessoas usa por vez. Simplesmente não é possível, o que significa que é falsa a ideia de que possa ocorrer uma overdose de cannabis. No entanto, isso não significa que o uso excessivo da droga de uma única vez não possa provocar efeitos colaterais prejudiciais e riscos.

O que é Toxicidade de Cannabis?

Toxicidade de cannabis” é um termo muito mais apropriado do que “overdose de cannabis”, simplesmente porque é possível usar muito de uma única vez e sofrer efeitos negativos. Quando uma pessoa consome muita cannabis, pode haver implicações à saúde.

De acordo com o CDC, os efeitos da toxicidade da cannabis provavelmente são muito semelhantes aos efeitos usuais, apenas mais acentuados. Alguns dos sinais de toxicidade da cannabis incluem:

  • Paranóia
  • Crises de confusão
  • Ansiedade grave ou ataques de pânico
  • Delírios e / ou alucinações
  • Frequência cardíaca mais elevada que o normal
  • Aumento da pressão arterial
  • Náusea com ou sem vômito

Além disso, as pessoas que usam muita cannabis de uma só vez se arriscam a sofrer lesões. Essas pessoas têm uma chance muito maior de acidentes com veículos motorizados, envenenamento e quedas.

Riscos Adicionais de Toxicidade por Cannabis

Qualquer pessoa que consuma cannabis deve sempre garantir que a está consumindo de uma fonte segura. Alguns traficantes de rua podem adulterar a droga com outras substâncias. Nesses casos, é possível overdose, mas não por causa da cannabis.

Quando a cannabis é adulterada com alucinógenos ou outras drogas mais perigosas, os seguintes efeitos colaterais podem e costumam ocorrer:

  • Dor no peito
  • Dores de cabeça
  • Aumento repentino da pressão arterial
  • Convulsões
  • Acidente vascular cerebral
  • Ataque cardíaco
  • Problemas com ritmo cardíaco
  • Comportamento violento

Se você suspeitar que está usando marijuana impura, é importante procurar tratamento médico imediato caso sinta algum dos sintomas listados acima. Embora seja praticamente impossível sofrer uma overdose de cannabis, esse não é o caso de outras substâncias. Portanto, buscar o atendimento médico imediato é fundamental.

Você está Tendo Sintomas de Toxicidade de Cannabis?

A maioria das pessoas tem consciência da quantidade de cannabis adequada para seu consumo. Mas, ocasionalmente, as pessoas usam muito de uma só vez e experimentam sinais de toxicidade de cannabis. Se esta é a situação que você ou alguém que você ama está enfrentando neste momento, é importante procurar atendimento médico imediatamente. Vá ao pronto-socorro mais próximo para receber uma avaliação e o tratamento apropriado.

É muito importante ser sincero com a equipe da emergência sobre sua situação. Conte-lhes a quantidade de cannabis que você usou, caso saiba. Você pode até levar uma amostra para ser testada. Assim os médicos saberão se foi adulterada com outra droga sem o seu conhecimento. Saber o máximo possível sobre sua situação permitirá que eles prescrevam o tratamento apropriado imediatamente.

Tratamentos Comuns para a Toxicidade de Cannabis

Muitos profissionais da área médica referem-se aos resultados da toxicidade da cannabis como um “green out”, ou seja, um conjunto de sintomas que inclui suor, náuseas, palpitação etc. Obter o tipo apropriado de tratamento é a melhor maneira de se sentir melhor o mais rápido possível. Se seus sintomas forem realmente graves, talvez valha a pena chamar uma ambulância. Os paramédicos têm a possibilidade de oferecer tratamento antes mesmo de você chegar ao hospital.

A paranóia é um sintoma muito comum da toxicidade de cannabis, e os paramédicos podem administrar medicamentos para ajudá-lo a se acalmar. Eles também podem fornecer medicamentos para aliviar  náuseas ou administrar líquidos caso você esteja desidratado.

Quando você chegar ao hospital, a equipe da emergência há de tomar as seguintes providências:

  • Tomar as precauções necessárias para impedir que você se machuque.
  • Se você ingeriu comestíveis de cannabis, talvez receba carvão ativado para induzir o vômito.
  • Coletar amostras de sangue e urina para teste.
  • Oferecer oxigênio para apoio respiratório.
  • Solicitar um raio-X, ECG ou outro teste de diagnóstico.
  • Administrar fluidos por meio intravenoso.
  • Administrar medicamentos para ajudar a aliviar outros sintomas apresentados.

O tratamento adequado proporciona alívio significativo. A menos que sua cannabis tenha sido adulterada com outra droga, você provavelmente não precisará permanecer muito tempo no hospital.

Dicas para o Uso Responsável de Cannabis

Agora que você sabe que uma overdose de cannabis não é realmente possível, é imperativo entender a importância do uso responsável. O uso responsável da cannabis permitirá que você continue a usufruir dos benefícios sem precisar se preocupar com efeitos colaterais negativos.

Dica #1: Comece Devagar

Se você nunca usou cannabis antes, a quantidade necessária para sentir seus efeitos pode ser bem pequena. Se você o estiver usando com um amigo experiente, não tente se igualar à dose dele.

Dica #2: Vá Devagar

Não tenha pressa. É melhor escolher um horário para consumir cannabis em que você não esteja na correria. Usar muito em um curto período de tempo pode causar problemas, como mencionamos anteriormente. Vá com calma e permita que a marijuana aja em seu corpo. Se você estiver fumando, isso significa fazer pausas frequentes para permitir que seu corpo se ajuste e que você possa verificar como ela está afetando você.

Dica #3: Conheça seu Fornecedor

É melhor obter seus produtos de uma fonte confiável. Dessa forma, você pode ter certeza de que não foram adulterados ou diluídos com outra droga. A cannabis comprada na rua pode estar prontamente disponível e ser relativamente barata, mas quando você realmente desconhece sua origem, corre um grande risco ao usá-la.

Dica #4: Evite Misturar Drogas

Se você estiver tomando um medicamento sob prescrição, é uma boa ideia perguntar ao seu médico ou farmacêutico sobre quaisquer interações conhecidas com produtos de cannabis. É melhor evitar misturar cannabis com outras drogas, como álcool ou opioides. Os efeitos podem ser perigosos e resultar em uma overdose do medicamento adicionado, caso você o utilize em grande quantidade. Além disso, outras drogas tendem a interferir com a cannabis, fazendo com que ela seja menos eficaz do que se fosse usada isoladamente.

Seguindo essas dicas, sua experiência com a cannabis será excelente e você terá o alívio que muitos outros encontraram ao experimentar a maconha medicinal para diferentes doenças. No que diz respeito à overdose, essa é uma preocupação que você não precisa mais ter.

Thanks for your feedback!

Sign up for bi-weekly updates, packed full of cannabis education, recipes, and tips. Your inbox will love it.